My default image

DIRETIVAS ANTECIPADAS DE VONTADE (DAV) OU TESTAMENTO VITAL

A diretiva antecipada de vontade (DAV) pode ser definida como a manifestação de vontade do paciente de submeter-se ou não a terapêuticas médicas quando não mais puder se manifestar no momento da tomada de decisão, por encontrar-se em estado incurável ou terminal.

A resolução 1.995/12 do CFM (Conselho Federal de Medicina) dispõe que as diretivas antecipadas de vontade são “o conjunto de desejos, prévia e expressamente manifestadas pelo paciente, sobre cuidados e tratamentos que quer, ou não, receber no momento em que estiver incapacitado de expressar, livre e autonomamente, sua vontade”.

Trata-se, portanto, do documento em que a pessoa determina, de forma escrita, que tipo de tratamento ou não-tratamento deseja para a ocasião em que se encontrar doente, em estado incurável ou terminal, e incapaz de manifestar sua vontade.